Comitê Nacional de Proteção Contra Incêndios Florestais quer fortalecer os Corpos de Bombeiros Militares

Bombeiros Militares de 13 estados do país e do Distrito Federal participaram, nos dias 29 e 31 deste mês, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, do primeiro Encontro do Comitê Nacional de Gestão de Incêndios Florestais (CONAGIF), que ocorreu, simultaneamente, ao Wildfire 2019, uma Conferência Internacional sobre Incêndios Florestais que reuniu profissionais que atuam no manejo do fogo e no controle de incêndios florestais no mundo todo, incluindo tomadores de decisão, políticos e pesquisadores.

O objetivo das discussões efetivadas entre as corporações coirmãs é criar um Sistema Nacional de Proteção Contra Incêndios Florestais tendo como base os diversos biomas existentes no país. “Nossa proposta é fortalecer os Corpos de Bombeiros Militares do Brasil para atuarem de forma ainda mais técnica e padronizada em todo o território nacional, integrando as corporações aos vários órgãos ambientais e outras instituições que atuam na área. Acreditamos que com mais estrutura e operando de forma conjunta, estaremos oferecendo um serviço ainda melhor, mais resolutivo e eficiente ao meio ambiente e, consequentemente, para a população”, disse o secretário executivo do Comitê Estadual do Fogo da Secretaria de Meio Ambiente do Mato Grosso, Coronel BMMT RR Paulo André da Silva Barroso.

O CONAGIF também atua, paralelamente, realizando um diagnóstico atualizado sobre a situação das instituições militares frente as operações de proteção ambiental. Representando o Estado do Rio Grande do Norte, faz parte do comitê, o Major Christiano Couceiro, Comandante do 1° Grupamento, que levou a experiência da Operação Abrace o Meio Ambiente (AMA) no atual contexto dos Incêndios Florestais no RN.

Comentários

Compartilhar