Vacinação contra a gripe terá início dia 25 em Parnamirim

0
1

Secretaria Municipal de Saúde (Sesad) inicia no próximo dia 25, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza nas 30 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Parnamirim e prossegue até o dia 20 de maio. Prevista inicialmente para o período de 30 de abril a 20 de maio,a vacinação antecipada vai incluir todos os grupos prioritários e o Dia D de mobilização continua mantido para o dia 30 com uma ação estendida em escolas e estabelecimentos comerciais.

De acordo com a Sesad,ano passado foram imunizados 41.875 pessoas. Este ano a meta é vacinar 42.146 pessoas em Parnamirim. “Estamos nos preparando para atingirmos a meta, com uma estrutura que vai atender a população em todos os postos de Saúde e demais pontos”, disse o secretário de saúde, Henrique Costa.

Além das crianças de seis meses a menores de cinco anos, também serão vacinadas pessoas que tenham mais de 60 anos, trabalhadores da área de saúde, povos indígenas, mulheres gestantes,puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), presos, funcionários do sistema prisional e portadores de doenças crônicas não transmissíveis(munidos de diagnóstico médico e de outras condições clínicas especiais.

Durante o período de imunização, as vacinas devem estar disponíveis em todas as unidades de saúde da rede municipal com sala de vacinação. Serão mobilizados cerca de 400 profissionais durante toda a campanha.

Em 2015, a Sesad realizou a vacinação em 15.307 crianças de 6 meses até menores de 5 anos,3.019 gestantes e 482 bebês(até 45 dias após parto). Além disso, 15.447 idosos,2.646 trabalhadores, e 496 puérperas também receberam a vacinação.

Influenza

A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral e, segundo o Ministério da Saúde, é considerada como um problema de saúde pública no Brasil. É uma patologia que pode levar a complicações graves de saúde e ao óbito, especialmente nos grupos de alto risco para as complicações da infecção viral (crianças menores de cinco anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais). Todos os anos, a influenza pode se apresentar de forma diferente, assim como a infecção pode afetar de forma diferente às pessoas.

A transmissão dos vírus influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar (transmissão direta), ou através das mãos ou objetos contaminados (transmissão indireta), quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). A principal intervenção preventiva para este agravo é a vacinação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui