“Oposição vai marchar unida em Parnamirim”, diz Ricardo Gurgel

O presidente da Câmara Municipal de Parnamirim e pré-candidato a prefeito pelo PSB, Ricardo Gurgel, acredita que os membros da oposição do município estarão unidos nas eleições de 2016. “Quando chegar a hora certa, vamos todos nos encontrar e definir uma única candidatura de oposição ao candidato da situação”, afirmou, em entrevista à redação do Potiguar Notícias, se referindo ao pré-candidato Naur Ferreira, que tem o apoio do prefeito Maurício Marques (PDT).

Atualmente, a oposição tem cinco pré-candidaturas. Além de Ricardo, já colocaram seus nomes para consulta Carlos Augusto Maia (PSD), Pr. Sandoval Gonçalves (PEN), Gildásio Figueiredo (PSDB) e Tita Holanda (PSOL). O ex-vice-prefeito Epifânio Bezerra também viabiliza o lançamento de seu nome. O presidente da Câmara disse que mantém diálogo com todos eles. “Estamos juntos num grupo e venho conversando com todos eles. Se engana quem pensa que a oposição está desunida”, assegurou.

De acordo com o vereador pessebista, a recente filiação deputado Carlos ao partido do governador Robinson Faria, o PSD, não será determinante para a escolha do nome que terá o apoio do chefe do Executivo estadual em Parnamirim. “Isso não significa que está escolhido o apoio do governador. Estamos conversando e a definição acontecerá no momento adequado”, colocou.

O presidente do Legislativo municipal também comentou as ações recentes da Câmara de Parnamirim e enalteceu os projetos Câmara na Rua e Câmara Cidadã, que recentemente chegaram ao bairro do Jardim Planalto. “Realizamos uma audiência pública para ouvir o clamor da população e, no dia seguinte, tivemos vários serviços à disposição dos moradores, como corte de cabelo, emissão de documentos e os atendimentos do Procon Câmara”, enfatizou Ricardo.
Segundo Ricardo, as ações continuarão e devem chegar a mais bairros da cidade. “Quando fui eleito presidente da Câmara, disse à população que não ia ficar vendo o tempo passar. Estamos trabalhando”, afirmou.

Sobre o trabalho de fiscalização do trabalho do Poder Executivo, o presidente da Câmara afirmou que essa é uma das prerrogativas do Legislativo, e que as ações prosseguirão. “Foi através do aplicativo Fala Parnamirim e de visitas que detectamos alguns problemas e enviamos aos órgãos competentes do Executivo. Iremos continuar fazendo isso, pois é ‘dever’ dos vereadores”, assinalou.

Câmara
Compartilhar

Deixe uma resposta