Prefeito Maurício manda vereadores de Parnamirim abafar pedido de informações

0
1

Por ordem do prefeito Maurício Marques (PDT), os vereadores da Câmara Municipal de Parnamirim rejeitaram requerimento do presidente daquela Casa, Ricardo Gurgel (PSB), que pedia informações sobre o número de funcionários, onde estavam lotados e quanto recebiam os terceirizados da empresa Solares.

Ricardo justificou o pedido afirmando que o aplicativo Fala Parnamirim vem recebendo grande número de denuncias que envolvem a empresa e a prefeitura. “Existem denúncias de funcionários fantasmas, de trabalho em outros locais que não a administração, dentre outras irregularidades. É um assunto de muita gravidade que não poderíamos nos furtar a pedir informações”, afirmou.

O líder de Maurício na Câmara, vereador Batista, pediu em um primeiro momento, que o requerimento fosse votado em outra data. O presidente Ricardo não aceitou a solicitação do líder da prefeitura e colocou em votação nominal. O vereador Batista, justificou o voto contrário e a orientação aos vereadores da base em barrar o requerimento de Ricardo, afirmando que a Solares estava realizando um recadastramento de seus funcionários.

Dois fatos chamam a atenção para a fala do vereador Batista: a primeira é ele ser o porta-voz da Solares; a segunda é que talvez esse seja o primeiro caso no mundo, de uma empresa privada estar fazendo o seu recadastramento de funcionários.

Votaram favorável ao pedido do vereador Ricardo Gurgel, os vereadores Giovani Júnior (PSD) e o Gildásio Figueiredo (PSDB). Contra, votaram os vereadores Antônio Batista, Abidene Salustiano (PSC), Binho de Ambrósio (PSB), Clênio José (PV), Elienai Cartaxo (PMN), Gustavo Negócio (PSDC), Irani Guedes (PRB), Jeová Alves (PSDC), Kátia Pires (DEM), Manuel Diniz (PDT), Paulo Júnior (PSDC), Paulo Miranda (PCdoB), Rosano Taveira (PRB), Sheilla Cristina (PRB) e Valério Santiago (PDT). Votaram a favor: Gildásio Figueiredo (PSDB) e Giovani Júnior (PSD).

*Robson Pires

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui