Nenê marca dois, e Fluminense supera Corinthians

Rio de Janeiro - 13/09/2020 - Maracanã. Fluminense enfrenta o Corinthians esta tarde no Maracanã pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro 2020. FOTOS: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C. . IMPORTANTE: Imagem destinada a uso institucional e divulgação, seu uso comercial está vetado incondicionalmente por seu autor e o Fluminense Football Club.É obrigatório mencionar o nome do autor ou usar a imagem. . IMPORTANT: Image intended for institutional use and distribution. Commercial use is prohibited unconditionally by its author and Fluminense Football Club. It is mandatory to mention the name of the author or use the image. . IMPORTANTE: Imágen para uso solamente institucional y distribuición. El uso comercial es prohibido por su autor y por el Fluminense Football Club. És mandatório mencionar el nombre del autor ao usar el imágen.

Encerrando uma sequência de três jogos de jejum de vitórias, o Fluminense derrotou, neste domingo (13), o Corinthians por 2 a 1 no estádio do Maracanã, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Com o triunfo, o tricolor das Laranjeiras voltou a se aproximar do G4. Já o Corinthians, dependendo dos resultados desta rodada, pode amargar a zona de rebaixamento.

O Timão contou à beira do campo com Dyego Coelho, técnico do time sub-20, que assumiu de forma interina o posto na equipe profissional após a demissão do técnico Tiago Nunes na última sexta (11). Do outro lado, o tricolor carioca não pôde contar com o atacante Fred. O jogador foi diagnosticado com o novo coronavírus (covid-19), em exame realizado na última quinta-feira (11).

No início da partida, aos 7 minutos, o Fluminense abriu o placar. Após cruzamento de Calegari pelo lado direito, Nenê bateu e foi travado pela zaga. Na segunda oportunidade, mesmo caído, de perna direita, Nenê abriu o placar. Com mais domínio, embora sem criar boas oportunidades, o tricolor voltou ao ataque com Nenê, aos 27, que bateu da entrada da grande área por cima da baliza adversária.

Os visitantes responderam com o venezuelano Otero, aos 37, em cobrança de falta, que obrigou o arqueiro Muriel a espalmar a bola. Foi a jogada mais perigosa dos corintianos na primeira etapa. Em seguida, a equipe comandada pelo técnico Odair Hellmann quase ampliou aos 48. Após uma cabeçada do lateral-esquerdo Danilo Barcelos, atento, o goleiro Cássio conseguiu dar um tapa na bola e evitar o gol.

No segundo tempo, com dificuldade na criação, o Corinthians chegou ataque aos 14, em um chute de Everaldo. Bem posicionado, Muriel encaixou. Dois minutos depois, Everaldo fez um gol de cabeça, mas o árbitro do jogo Braulio da Silva Machado (Fifa, SC) marcou impedimento. Este lance acabou servindo como banho de água fria para a equipe paulista.

Aos 23 foi a vez de o zagueiro Nino chutar, na grande área, por cima da meta de Cássio. Apesar dos donos da casa controlarem o jogo, não transformavam o domínio em gol. Porém, aos 40 minutos Luiz Henrique chutou e a bola explodiu na mão de Bruno Méndez. Neste lance, o juiz marcou pênalti. Nenê cobrou e converteu seu segundo gol do jogo.

Comentários

Compartilhar