Sábado de 6 ouros consolida o Brasil em 3º no quadro de medalhas

0
1

Por

O sábado foi muito acima do esperado para o Brasil no quadro de medalhas. No total, 6 ouros e 16 no total. O Brasil chegou a 41 ouros e garantiu o 3º lugar. Mesmo com 3 ouros no boxe e duas no atletismo, Cuba já não pode nos alcançar, pois tem 36 ouros. No total de medalhas o Brasil chegou a 140 e conseguirá repetir 2011 com 141 medalhas. Neste domingo restam apenas a final do vôlei masculino com Brasil e Argentina, a marcha de 50km do atletismo e as finais do futebol, raquetebol e softball, todas sem Cuba.

Destaques

Handebol- Na melhor e mais dramática final de esportes coletivos do Pan, o Brasil venceu a Argentina por 29 a 27, na prorrogação. No tempo normal, o Brasil desperdiçou um tiro de 7 metros faltando 6 segundos quando estava empatado. Na prorrogação o Brasil chegou a estar com um jogador a menos nos minutos finais, mas o goleiro Maik fez duas defesas espetaculares, garantindo a vitória. Maik foi o nome deste jogaço. Nas últimas 4 finais de Pan entre os 2 países, 3 ouros para o Brasil.

 

Futebol feminino- Com adversárias do mesmo nível da 1º fase do mundial, o Brasil jogou bem melhor no Pan. Foram várias goleadas, incluindo a da final contra a Colômbia, 4 a 0. Vadão garantindo sua permanência até a Olimpíada.

Basquete masculino- Pela 3º vez a seleção masculina bateu a dona da casa na final de um Pan. Depois dos EUA em 1987 e da República Dominicana em 2003 foi a vez do Brasil fazer festa em cima do Canadá. Campanha irretocável do Brasil. com 5 vitórias Na final, 86 a 71.

Tênis de mesa- Domínio total do Brasil no masculino: ouro com Hugo Calderano, prata para Gustavo Tsubói e bronze para Thiago Monteiro junto com o canadense Eugene Wang. Há 20 anos não tínhamos um campeão do Pan que não fosse um chinês jogando por algum país. No feminino também fomos bem, com prata para Gui Lin e bronze de Caroline Kumahara. Ouro para Wu Yue dos EUA.

Boliche- E não é que o Brasil faturou um inesperado ouro no boliche. A proeza coube a Marcelo Suartz, que já tinha um bronze no Pan de 2011.

Karatê- A modalidade não olímpica deu mais duas medalhas hoje para o Brasil com o ouro de Natalia Brozulatto na categoria até 68kg e o bronze de Isabela dos Santos acima de 68kg.

Atletismo- O Brasil não tinha feito uma boa eliminatória no revezamento 4×100 masculino. Mas na final, terminamos em 3º. Com a desclassificação do Canadá por ter invadido a raia adversária, o Brasil pulou para a prata. A equipe teve Aldemir Gomes, Bruno Lins, Gustavo dos Santos, Vitor Hugo dos Santos e Gabriel Constantino. Outra medalha veio com Vanusa Spinola, bronze no heptatlo.
————————————
Vôlei feminino- A única final de esportes coletivos neste sábado, que o Brasil perdeu. Se durante a competição o Brasil foi o time da virada desta vez não teve jeito e tomamos 3 a 0 dos Estados Unidos, com time mesclado assim como o Brasil.

Esgrima- E finalmente veio a prata. No florete masculino, a equipe de Fernando Scavasin, Guilherme Toldo e Ghislain Perrier só ficou atrás dos EUA que são a grande potência da modalidade. o feminino fomos bronze. No total do Pan, uma prata e 4 bronzes.

Futebol masculino- Quase que o Brasil acumula mais um vexame e perde do Panamá. A vitória de 3 a 1 só veio na prorrogação.

Hipismo saltos- E o Brasil saiu sem medalhas na modalidade. No individual o melhor colocado foi Pedro Venis em 5º. Ouro para Mclain Ward dos EUA.

Ciclismo estrada- Brasil sem medalhas também neste esporte. Hoje nas provas de resistência, Ana Paula Polegatch foi 13º e Thiago Nardin 5º. Ouros para Miguel Ubeto da Venezuela e Jasmin Glaesser do Canadá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui