Livro “Vivendo com o Mar” foca o habitat em Cotovelo e Tabatinga

0
1

O livro “Vivendo com o Mar” será entregue à sociedade potiguar, 45como mais uma ferramenta na busca da sustentabilidade do nosso litoral, com especial enfoque na conservação dos recursos marinhos. O livro – com data a ser definida para lançamento – é resultado de seis anos de pesquisas e vivências com o ambiente costeiro marinho e com as comunidades litorâneas de Cotovelo a Tabatinga, através do projeto Ponta de Pirangi.

O livro é uma mistura do trabalho social com comunidade, fotografia e dados científicos coletados por biólogos em parceria com a UFRN. “Fazemos o trabalho que a secretaria deveria fazer, mas não tem verba nem pessoal. O poder público reconhece nosso trabalho e nos apoia, mas é preciso evoluir muito no que se diz respeito à preservação dessas áreas.” Diz Guido Grimaldi, presidente da Ong.

“Vivendo com o Mar” está estruturado em seis capítulos, produzidos por especialistas na área ambiental e educadores. Cada capítulo aborda um aspecto do litoral que, em conjunto, compõem a obra. São eles: 1) Ocupação Humana – A Sociedade, a Terra e o Mar, 2) A Geodiversidade e os Habitats Marinhos, 3) Biodiversidade Recifal: Fauna e Flora Marinhas, 4) Pesca: Modo de Viver, 5) Educação Ambiental – Formação e Identidade, 6) Governança – Reconstruindo nosso litoral: Ordenamento e Participação Social.

Sabendo da importância da biodiversidade de Pirangi e região, a ong Oceânica criou o projeto Ponta de Pirangi. Desde 2010 o projeto vem realizando importantes atividades como pesquisas, educação ambiental, campanhas e eventos socioambientais de sensibilização da comunidade no litoral de Cotovelo, Pirangi do Norte, Pirangi do Sul, Búzios e Tabatinga.

As ações realizadas pelo projeto fomentaram o avanço no ordenamento do uso e visitação dos Parrachos de Pirangi, pela elaboração de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) sob a liderança do Ministério Público Federal. Outra conquista da Oceânica em Parceria com a UFRN foi a inclusão do litoral sul no Plano de Ação Nacional para a Conservação dos Ambientes Coralíneos (PAN Corais), tornando a área “prioritária para a conservação nacional”. Nosso “Mergulho de Encantamento” será no Parracho de Pirangi, principal piscina natural e alvo do TAC. Assim todos já podem se encantar com nosso litoral e conhecer as regras de ordenamento criadas para sua conservação.

A Oceânica é uma organização não governamental que há cerca de 13 anos trabalha para a conservação de ambientes e espécies marinhas na costa do RN. Em parcerias com instituições de ensino e órgão públicos ambientais, nas esferas municipais, estaduais e federais, já realizou diversas pesquisas científicas em áreas de proteção ambiental (Atol das Rocas, Fernando de Noronha, APA dos Corais) e na conservação e manejo de espécies ameaçadas.

 

 

Fonte: Substantivo Plural

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui