Polícia Civil solicita ajuda da população para enviar informações sobre assaltantes de bancos

A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) divulgou, nesta terça-feira (28), imagens de três homens que são suspeitos de terem arrombado cofres, no dia 06 de novembro, da agência do Banco do Brasil, localizada à avenida Jaguarari, no bairro Alecrim, zona Leste de Natal. A Polícia Civil precisa descobrir se Alexandro Wagner Moreira, 44 anos; Jocelito Alves Moreira, 36 anos e Sergino Constante da Silva Júnior, 38 anos, ficaram hospedados em algum estabelecimento como hotel, pousada ou flat no Rio Grande do Norte, entre os dias 04 e 07 de novembro. Os três homens estão presos em Fortaleza, desde o último dia 17.

Qualquer informação sobre o local onde ficaram hospedados ou tenham permanecido dentro do Estado pode ser repassada para o Disque-Denúncia 181 ou para os telefones 3232-6186 ou 3232-2862. Todas as informações possuem garantia de sigilo.

De acordo com a Deicor, o grupo teria cometido uma sequência de crimes pelo Nordeste. No dia 06 o crime foi cometido em Natal; no dia 13 de novembro, eles teriam arrombado três cofres de uma agência do Banco do Brasil em Campina Grande, na Paraíba. No dia 17, eles estavam tentando cometer o mesmo crime em Fortaleza, quando acabaram sendo presos pela equipe da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) da Polícia Civil do Ceará. “Nós já analisamos algumas imagens e após fazermos algumas comparações é nítido perceber que a característica como eles cortam os cofres é similar, além disso, eles não usam carros roubados, preferem alugar veículos para despistar a ação”, explicou o delegado Odilon Teodósio. Durante os deslocamentos, os suspeitos podem ter usado os seguintesveículos: um Renault Duster de cor prata, um Voyage de cor cinza escuro e uma Frontier de cor prata, que estão apreendidos em Fortaleza.

“A Deicor tem forte convencimento de que estes três homens atuaram no crime cometido em Natal. A forma como o grupo atua e o tipo de instrumental usada para cortar os cofres é similar ao que foi encontrado com os suspeitos no Ceará”, detalhou o diretor da Deicor.

Confira vídeo com imagens dos suspeitos para facilitar na identificação: goo.gl/eQpW18

As imagens dos suspeitos são de autoria da Polícia Civil do Ceará.

Comentários

Compartilhar